quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Rafael


CNBB é uma coisa, Igreja Católica é outra! Aliás, nem é a CNBB a decidir isso, mas meia dúzia de assessores e alguns Bispos que falam, ILEGALMENTE, em nome da entidade. Para realmente ser a CNBB, deveria ser decisão UNÂNIME ou, no mínimo, por maioria absoluta (neste último caso, deveria haver ratificação da Santa Sé). Se não é uma decisão de maioria absoluta dos Bispos com ratificação da Santa Sé, nem decisão unânime, então nem mesmo da CNBB é essa posição! Enfim, violência é algo neutro. O erro é a violência desordenada. Essa deve ser combatida. E violência desordenada é o que prega e faz a camarilha de esquerda APOIADA PELA MESMA PARCELA DA CNBB QUE SOLTA UMA DECLARAÇÃO DESSAS! Já violência ordenada, das forças de segurança e do cidadão de bem, revidando o que os bandidos, acarinhados pelas ONGs parceiras da CNBB, fazem, essa é corretíssima! Por último, não cabe à CNBB, muito menos a uma ínfima diretoria que não fala em nome de todos os Bispos, e menos ainda em nome da Igreja (cada Bispo é que fala em nome da Igreja em sua diocese), pronunciar-se em temas políticos partidários, exceto quando determinadas doutrinas políticas já foram condenadas pela Santa Sé por incompatibilidade com a fé, o que é o caso do socialismo do PT, partido que essa mesma parcela da CNBB afaga e apóia!
from Bíblia Católica Online http://bit.ly/2EvK0i8
via Bíblia Católica Online
Postar um comentário